quarta-feira, 25 de março de 2009

Vamos lá




Movimento de rotação. Dia. Noite. Dia. Noite. Movimento de translação, entra ano, sai ano, entra ano. De novo. E a gente nem percebe, mas essas coisas mexem com a gente. Quando dizem que o mundo dá voltas, é literalmente, não apenas em sentido figurado. Assim como a gente muda, às vezes loucamente, nem percebe. Assim como entra e sai estação, como começam e acabam as fases da lua e a gente nem nota. Ninguém nem vê o andar dos ponteiros do relógio. Vamos apenas indo, seguindo, continuando, no fluxo, na inércia. Vamos sem saber para onde e sem saber porquê. Vamos apenas.

3 comentários: