sábado, 25 de julho de 2009

Poeminha




LÍNGUA
Veja na minha língua
Toda sede
E toda míngua
Toda dor
Que ela respinga

Cada palavra
Que se vinga
Toda vez
Que alguém me xinga
Como se fosse
Uma mandinga

Veja na minha fala
Cada odor
Que ela exala
Tanta dor
Que não se cala
Com um furor
Que não se abala

Veja na minha língua
Eu só tenho um coringa
E uma gotinha mais
De pinga
Veja antes
Que se extingua

2 comentários: